PANORAMA1-Fitch dá gás ao encerramento do mês; nos EUA sai o PCE

sexta-feira, 30 de maio de 2008 08:17 BRT
 

SÃO PAULO, 30 de maio (Reuters) - Os mercados brasileiros indicam um fim de mês animado.

Depois do grau de investimento atribuído pela Fitch, o segundo de uma grande agência de risco em um mês, o dólar voltou ao menor patamar desde janeiro de 1999.

Os juros mais longos recuaram mais de um por cento após dias de resistência e o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo acumula ganhos de quase 6 por cento em maio, apesar da queda na véspera.

Nos Estados Unidos, um importante dado fecha a semana: o relatório de renda e consumo pessoal, que é acompanhado da leitura de inflação PCE de março.

A expectativa de analistas ouvidos pela Reuters é de um crescimento tímido dos gastos pessoais, de 0,2 por cento, por conta de perdas de empregos e preocupações com os custos altos de alimentos e energia.

Para o núcleo do PCE, a previsão é de alta de 0,1 por cento --a mesma registrada em fevereiro.

Para a agenda do dia, clique [nN29285807]

  Continuação...