Homem-bomba mata 16 policiais e recrutas no Iraque

quinta-feira, 29 de maio de 2008 09:26 BRT
 

MOSUL, Iraque (Reuters) - Um homem-bomba matou 14 recrutas da polícia e dois policiais no norte do Iraque na quinta-feira, disseram fontes ligadas à polícia e ao Exército.

Usando um uniforme militar, o homem-bomba explodiu nas proximidades de um centro de recrutamento da polícia perto de Mosul, no qual havia uma fila de cerca de 200 candidatos, disse a polícia.

Dez recrutas e cinco policiais ficaram feridos, disseram fontes militares e policiais.

Os ataques de insurgentes sunitas a recrutas têm sido frequentes e já mataram centenas deles.

O ataque aconteceu ao mesmo tempo em que uma conferência sobre a reconstrução do Iraque estava sendo feita em Estocolmo.

Autoridades de segurança do Iraque disseram que uma ofensiva contra a Al Qaeda eliminou a maior parte da rede de rebeldes em Mosul, considerada pelo Exército norte-americano a mais forte das áreas do grupo.

A Al Qaeda, que nega as previsões de que esteja chegando ao fim, procurou abrigo nas províncias do norte do Iraque depois de ser expulsa de Bagdá e da província de Anbar, no oeste do país, no ano passado.

A violência no Iraque está no nível mais baixo em quatro anos, de acordo com as estatísticas divulgadas pelo Exército dos Estados Unidos, mas autoridades dizem que o progresso ainda é frágil e reversível.

O prefeito de Sinjar, Dakheel Qassim, disse que a polícia da cidade está recrutando há três dias.   Continuação...