Rio Tinto prevê crescimento anual de 8,6% na produção até 2015

quinta-feira, 29 de maio de 2008 13:06 BRT
 

MELBOURNE, 29 de maio (Reuters) - A mineradora Rio Tinto (RIO.AX: Cotações) (RIO.L: Cotações) acredita que passará por um período de forte crescimento de produção nos próximos sete anos, disse o presidente executivo Tom Albanese na quinta-feira.

As declarações dele são o mais recente esforço da empresa para se defender da BHP Billiton Ltd/Plc (BHP.AX: Cotações)(BLT.L: Cotações), que fez uma oferta hostil de 178 bilhões de dólares em fevereiro pela Rio Tinto, que a rejeitou.

Albanese afirmou em um comunicado que a Rio vê um crescimento de produção anual de 8,6 por cento até 2015, e que a empresa está bem posicionada para aproveitar o esperado aumento da demanda mundial por metais e minérios, que deve dobrar até 2022.

A empresa também divulgou novas estimativas para os potenciais projetos de crescimento, incluindo o peruano La Granja, onde ela diz ter identificado 2,77 bilhões de toneladas de reservas inferidas de cobre, com 0,51 por cento de cobre e 0,1 por cento de zinco.

O chefe do grupo de cobre da Rio Tinto, Bret Clayton, disse que os resultados mostram que La Granja, anteriormente de propriedade da BHP Billiton, é um dos maiores projetos de cobre ainda não desenvolvidos na América Latina.

A Rio Tinto afirmou que seu projeto em Simandou, em Guiné, tem novas fontes de 2,25 bilhões de toneladas de minério de ferro.

E o projeto Resolution, no Arizona, Estados Unidos, tem 1,34 bilhão de toneladas de fontes com 1,51 por cento de cobre e 0,04 por cento de molibdênio.

(Por Sonali Paul)