Lucro da Colgate-Palmolive sobe 19% no trimestre

terça-feira, 29 de julho de 2008 10:33 BRT
 

CHICAGO (Reuters) - A Colgate-Palmolive anunciou nesta terça-feira um aumento de 19 por cento no lucro trimestral, puxado por vendas e preços maiores em mercados emergentes e na América do Norte, que ajudaram a compensar a alta nos preços das commodities e fraqueza em parte da Europa Ocidental.

O dólar mais fraco também ajudou a estimular as vendas, contribuindo para que os lucros superassem as expectativas.

A fabricante de produtos de higiene pessoal afirmou que o lucro no período subiu para 493,8 milhões de dólares, ou 0,92 dólar por ação, ante 415,8 milhões de dólares, ou 0,76 dólar por ação, um ano antes.

Excluindo-se itens relacionados à restruturação, a empresa teve ganho de 0,98 dólar por ação. Em média, analistas esperavam 0,94 dólar por ação.

Assim como a maior parte de fabricantes de produtos voltados ao consumidor, a Colgate tem enfrentado o aumento nos custos de energia, matérias-primas e outras commodities. A companhia reagiu com aumento nos preços -- 4,5 por cento em média ante o mesmo período do ano anterior -- e também colhendo os benefícios dos cortes de custos dentro da empresa.

As vendas cresceram 16,5 por cento, para 3,96 bilhões de dólares. A previsão de analistas era de 3,84 bilhões de dólares, em média, segundo a Reuters Estimates.

O dólar mais fraco contribuiu com 7 pontos percentuais do aumento do faturamento.

O volume, medida de bens vendidos excluindo-se flutuações de preço e moeda, subiu 5 por cento.

Para o ano, a empresa estima crescimento no lucro por ação na casa de um dígito, passando para dois dígitos em 2009, afirmou o presidente-executivo Ian Cook.