União Européia promete ajuda à Sérvia antes de eleições de maio

sábado, 29 de março de 2008 15:25 BRT
 

BRDO, Eslovênia (Reuters) - Os ministros das Relações Exteriores da União Européia prometeram no sábado encontrar formas de ajudar o campo pró-europeu da Sérvia antes das eleições de maio, em seu primeiro encontro com um líder sérvio desde a separação de Kosovo.

Mesmo os Países Baixos --que prometeram bloquear a assinatura de um pacto de laços mais estreitos entre a União Européia e a Sérvia, até que Belgrado liberasse o general dos tempos de guerra Ratko Mladic a um tribunal da União Européia -- disseram que seriam "criativos" na hora de ajudar a Sérvia a se aproximar mais da União Européia.

"Faz parte dos nossos interesses apoiar as forças pró-européias com todos os meios que temos", disse Frank-Walter Steinmeier,da Alemanha, depois de um encontro na cidade eslovência de Brdo com o ministro das Relações Exteriores da Sérvia, Vuk Jeremic.

O ministro das Relações Exteriores francês, Bernard Kouchner, clamou à União Européia que fizesse um gesto de "afeição e solidariedade" em relação à Sérvia, sem pedir especificamente a assinatura do acordo estabilização e associação, parado devido às dúvidas quanto à cooperação de Belgrado na questão dos criminosos de guerra.

(Reportagem de Paul Taylor e Mark John)

 
<p>Ministro das Rela&ccedil;&otilde;es Exteriores da S&eacute;rvia, Vuk Jeremi, em coletiva de imprensa ao lado do colega indon&eacute;sio, em Jacarta. Photo by Crack Palinggi</p>