January 29, 2008 / 10:04 AM / 9 years ago

PANORAMA1-Fed abre reunião e deixa mercado em compasso de espera

4 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO, 29 de janeiro (Reuters) - O Federal Reserve inicia nesta terça-feira sua reunião de dois dias e deve manter o mercado em compasso de espera. A maioria em Wall Street espera mais um corte de juro, depois da decisão extraordinária de reduzir as fed funds em 0,75 ponto percentual no dia 22.

Dezoito de 20 dealers primários consultados pela Reuters contam com novo corte e 14 prevêem que ele será de 0,50 ponto.

Na véspera, as bolsas de valores norte-americanas --e, a reboque, a Bovespa-- avançaram pela expectativa de mais alívio monetário nos Estados Unidos.

"Esta semana, a agenda de indicadores sobre a economia americana deverá continuar alimentando o ambiente de incerteza e alta volatilidade observado recentemente", apontou em relatório a SulAmérica Investimentos.

Commodities E Energia

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) analisa em reunião em Brasília eventual eliminação da tarifa de importação de trigo que incide em produto de fora do Mercosul. A medida atenderia a indústria local, que teme aumento de custos por ter que comprar trigo de origens distantes depois que a Argentina, tradicional fornecedor do Brasil, suspendeu a emissão de licenças de exportação para garantir o abastecimento interno.

Na área de mineração, o diretor financeiro da Vale (VALE5.SA), Fábio Barbosa, participa de evento na Bovespa no final do dia. Como Barbosa esteve recentemente no exterior buscando, de acordo com vários informes na mídia, alternativas de financiamento junto a bancos internacionais para uma eventual aquisição da Xstrata, há expectativa sobre a divulgação de eventuais detalhes do processo de negociação.

POLÍTICA

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva transferiu para esta terça-feira a reunião de coordenação, normalmente agendada para segunda-feira. No encontro com os principais ministros deve ser realizada mais uma rodada de discussões para indicação de cortes orçamentários.

Veja como encerraram os principais mercados na segunda-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,784 real, em baixa de 0,11 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 1,644 bilhão de dólares.

Bolsa .Bvsp

O Ibovespa avançou 1,97 por cento, a 58.593 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 6,2 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros subiu 2,81 por cento, aos 33.626 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) fechou em baixa na BM&F. O DI janeiro de 2009 encerrou estável, a 11,91 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 caiu a 12,66 por cento.

Global 40 braglb40=Rr

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, recuava para 134,06 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,44 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil subia 3 pontos, a 261 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 278 pontos-básicos.

Bolsas Dos Eua

O índice Dow Jones .DJI fechou em alta de 1,45 por cento, a 12.383 pontos. O Nasdaq .IXIC subiu 1,02, a 2.349 pontos. O índice S&P 500 .SPX avançou 1,75 por cento, aos 1.353 pontos.

Treasuries De 10 Anos us10yt=Rr

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía e o rendimento subia para 3,59 por cento no final da tarde ante 3,56 por cento na sexta-feira.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Por Daniela Machado, Carmen Munari e Marcelo Teixeira, colaborou Tamawa Kadoya em Nova York; Edição de Vanessa Stelzer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below