ATUALIZA-Temperatura amena reduz consumo de energia no Brasil

terça-feira, 29 de abril de 2008 17:20 BRT
 

(Texto atualizado com mais informações)

RIO DE JANEIRO, 29 de abril (Reuters) - Temperaturas mais amenas nas regiões Sul e Sudeste puxaram para baixo o consumo de energia no Brasil em março, registrando porém alta de 3,1 por cento em relação a março de 2007 e representando 32.159 gigawatts, informou a Empresa de Pesquisa Energética nesta terça-feira.

Com este resultado, a demanda por eletricidade fechou o primeiro trimestre com crescimento de 4,3 por cento.

Segundo a EPE, em março foi registrada a menor taxa de crescimento mensal desde fevereiro de 2007.

Contribuíram para um desempenho mais fraco --que na verdade alivia o Sistema Interligado Nacional após um final de 2007 e início de 2008 com consumos recordes-- as retrações registradas no consumo residencial do Sudeste e do Sul, de 1,1 e 0,4 por cento, respectivamente.

Mesmo com essa queda, a região Sul registrou alta de consumo da ordem de 5,4 por cento, puxada pela alta de 7,3 por cento do segmento industrial. Na região Sudeste, o consumo como um todo subiu 1,8 por cento em março, ajudado pelo setor industrial, um aumento de 4,5 por cento.

Na região Nordeste o consumo cresceu 5,4 por cento, com destaques para o segmento comercial, em alta de 9,5 por cento, e residencial, em alta de 6,9 por cento. A região Norte teve alta de 4,3 por cento no consumo total, puxado pelo setor comercial, com 5,8 por cento a mais do que há um ano.

A região Centro-Oeste foi a que apresentou a menor taxa, positiva, de 0,3 por cento, com o setor comercial subindo 2 por cento e compensando a queda de 1,5 por cento do industrial.

As estatística da EPE são resultantes da coleta de dados junto aos agentes de consumo do sistema elétrico nacional, que compreendem consumidores livres, consumidores cativos e demais consumidores, como os autoprodutores que utilizam a rede de transmissão.

(Reportagem de Denise Luna; Edição de Marcelo Teixeira)