EMBRAER diz que aéreas enfrentam dificuldades de financiamento

segunda-feira, 29 de setembro de 2008 07:49 BRT
 

CINGAPURA, 29 de setembro (Reuters) - A Embraer (EMBR3.SA: Cotações), terceira maior fabricante de jatos comerciais do mundo, informou nesta segunda-feira que as companhias aéreas estão enfrentando dificuldades de financiamento diante da crise mundial de crédito. Apesar disso, nenhuma empresa cancelou pedidos com a companhia brasileira.

"Vemos sinais de que as opções de financiamento dos clientes estão ficando escassas. Mas até agora não tivemos impacto direto", afirmou o presidente-executivo da Embraer, Fleury Curado, em entrevista à imprensa em Cingapura.

Os clientes dos fabricantes de aviões devem sofrer perdas de 5,2 bilhões de dólares este ano, atingidos por preço alto dos combustíveis e pela economia global que está sendo arrastada pela crise financeira, informou a Associação Internacional de Transporte Aéreo neste mês.

"Se a crise continuar por mais tempo e com mais intensidade, então todos serão afetados. Mas teremos que esperar e ver", disse Curado, acrescentando que a Embraer continua firme na meta de entregar 195 a 200 jatos regiões em 2008.

A Embraer, líder mundial em produção de aviões regionais, também produz jatos executivos e aeronaves militares e compete diretamente com a canadense Bombardier (BBDb.TO: Cotações).

"Temos visto menos impacto em nossos negócios com jatos executivos, uma vez que indivíduos e corporações nos quais temos focado têm aceso mais fácil a crédito, diferente das companhias aéreas", disse Curado.

O executivo afirmou que a companhia ainda está negociando a venda de aviões para a Aerolineas Argentinas e que ainda não houve um acordo.

"Estamos em discussões muito preliminares e não há comprometimentos ainda. Mas claro que nós adoraríamos vender aviões a eles", disse Curado.

A Embraer está buscando montar uma fábrica na Argentina e uma fonte próxima do Ministério do Planejamento da Argentina afirmou que, em troca, o governo do país comprará cerca de 25 aviões modelo 190 da Embraer para a Aerolineas e para a Austral.

(Por Daryl Loo)