Banco Mundial lança fundo de US$1,2 bi contra crise alimentar

quinta-feira, 29 de maio de 2008 15:58 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - O presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, anunciou nesta quinta-feira que disponibilizará 1,2 bilhão de dólares em novos empréstimos e financiamentos para países pobres que lutam contra a alta dos preços de alimentos e combustíveis e pediu por um plano de ajuda global.

Zoellick afirmou em teleconferência com repórteres que Haiti, Djibuti e Libéria serão os primeiros países a serem beneficiados pela concessão de fundos de 5 a 10 milhões para cada.

Financiamentos para Tadjiquistão, Togo e Iêmen serão avaliados pela diretoria do Banco Mundial em junho, e pedidos de ajuda de outros sete países estão sob análise, ele acrescentou.

O Banco Mundial também está criando um fundo de diversos contribuintes para ajudar a fornecer sementes e fertilizantes para pequenos produtores antes da próxima temporada de plantio, disse ele.

O anúncio vem antes de negociações políticas de alto nível em Roma na próxima semana e encontros do Grupo dos Oito de países industrializados em junho e julho, que tratará dos crescentes preços de produtos básicos.

(Reportagem de Lesley Wroughton)

 
<p>Banco Mundial lan&ccedil;a fundo de US$1,2 bi contra crise alimentar. O presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, anunciou que disponibilizar&aacute; 1,2 bilh&atilde;o de d&oacute;lares em novos empr&eacute;stimos e financiamentos para pa&iacute;ses pobres que lutam contra a alta dos pre&ccedil;os de alimentos e combust&iacute;veis. 28 de maio. Photo by Pool</p>