BC inglês anuncia medidas para aumentar liquidez no final do ano

quinta-feira, 29 de novembro de 2007 11:45 BRST
 

LONDRES, 29 de novembro (Reuters) - O Banco da Inglaterra anunciou nesta quinta-feira medidas para aliviar o aperto no mercado na virada do ano, oferecendo em leilão na próxima semana um empréstimo de cinco semanas aos bancos.

O BC inglês afirmou que vai emprestar 10 bilhões de libras, à taxa básica de 5,75 por cento, até 10 de janeiro, mas que o montante disponível nos leilões regulares semanais serão reduzidos de forma correspondente.

As taxas interbancárias até o começo do próximo ano subiram para os maiores níveis desde o auge da crise de crédito, em setembro, porque os bancos têm preferido manter dinheiro em caixa em vez de emprestá-lo às outras instituições.

O presidente do Banco da Inglaterra, Mervyn King, tem sido criticado desde o recrudescimento da crise de crédito, em agosto, por relutar em emprestar recursos pedidos pelo bancos. O Banco Central Europeu (BCE) e o Federal Reserve fizeram empréstimos de forma mais livre.

Mas, em depoimento a parlamentares na quinta-feira, King defendeu suas ações, argumentando que as críticas surgem de um mal-entendido fundamental sobre a forma de operação dos mercados abertos.

(Reportagem de Fiona Shaikh)