TSE rejeita recurso do DEM e mantém candidatura de Paes no Rio

segunda-feira, 29 de setembro de 2008 21:15 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 29 de setembro (Reuters) - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou nesta segunda-feira recurso da coligação da candidata Solange Amaral (DEM), que pedia impugnação da candidatura de Eduardo Paes (PMDB) à prefeitura do Rio de Janeiro.

O argumento da coligação de Solange era de que Paes não teria se desincompatibilizado do cargo de secretário Estadual de Esportes, Lazer e Turismo a tempo de ser o candidato do PMDB. O prazo para desincompatibilização para quem ocupa cargos públicos é de quatro meses antes da votação.

Paes, que lidera as pesquisas de intenção de voto no Rio, teve sua exoneração do cargo publicada no Diário Oficial do Estado no dia 6 de junho, com data retroativa de 5 de junho, extamente o último dia possível.

A coligação de Solange alegou que Paes teria viajado à Grécia, no dia 1o de junho, a convite do Comitê Olímpico Brasileiro, na condição de secretário estadual de Esportes e lá ficado até o dia 5 de junho.

Os ministros do TSE seguiram, por unanimidade, o voto do relator Eros Grau, indeferindo o recurso.

(Reportagem de Mair Pena Neto, Edição de Fabio Murakawa)