BOLSA EUROPA-Bancos puxam alta dos mercados

sexta-feira, 29 de agosto de 2008 08:29 BRT
 

Por Sitaraman Shankar

LONDRES, 29 de agosto (Reuters) - O principal índice europeu de ações operava em alta nesta sexta-feira, com os ganhos em bancos e mineradoras compensando as perdas dos setores automobilístico e tecnológico. As ações do Carrefour (CARR.PA: Cotações) também tinha forte alta.

Às 8h20 (horário de Brasília) o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que acompanha as principais empresas do continente, apresentava valorização de 0,19 por cento, aos 1.193 pontos, caminhando para encerrar agosto com ganhos acumulado de 1,3 por cento e elevando as perspectivas do índice, que registrou alta somente em dois dos últimos dez meses.

Os bancos tinham um dia positivo, com UBS UBSN.VX, Credit Suisse CSGN.VX, Dexia (DEXI.BR: Cotações) e Natixis (CNAT.PA: Cotações) avançando entre 1,3 e 4,2 por cento, apesar da queda de 2,5 por cento do Commerzbank (CBKG.DE: Cotações), diante da perspectiva de compra do Dresdner, da Allianz (ALVG.DE: Cotações).

O Carrefour disparava 6,7 por cento depois de apresentar um aumento no lucro operacional semestral e reiterar suas metas para 2008.

Os mercados pelo mundo tiveram uma forte alta na quinta-feira depois que dados nos Estados Unidos mostraram uma revisão acima da esperada para o PIB do país no segundo trimestre.

O FTSEurofirst 300 registra queda de 21 por cento no ano, afetado pelas baixas contábeis no setor bancário, desaquecimento econômico e incerteza sobre os rumos das taxas de juros.

As mineradoras subiam juntamente com o preço do ouro, com a Xstrata XTA.L subindo 1,1 por cento e a Rio Tinto (RIO.L: Cotações) avançando 1,2 por cento.

No lado negativo, as ações da Nokia NOK1V.HE, maior fabricante mundial de celulares, tinha a pior contribuição ao índice, recuando 3 por cento depois que sua rival mais próxima, a Samsung Electronics (005930.KS: Cotações), elevou os temores de que o desaquecimento econômico possa afetar a demanda dos consumidores durante a temporada de fim de ano, afirmaram operadores.   Continuação...