AGENDA GLOBAL-Fed terá petróleo, ouro e dólar como coadjuvantes

segunda-feira, 29 de outubro de 2007 08:11 BRST
 

Por Jamie McGeever

LONDRES (Reuters) - A reunião do Federal Reserve estará no centro das atenções nesta semana, já que deve resultar em um corte de juro. Os recordes de alta do euro e do petróleo também serão observados, assim como as mínimas do dólar.

O dado de emprego nos Estados Unidos de outubro será divulgado na sexta-feira, dois dias após a decisão do Fed. Na Europa, investidores também atrás de pistas sobre os juros olham o número da inflação de outubro e discursos de autoridades do Banco Central Europeu (BCE).

O mercado espera que o Fed reduza o juro após uma série de fracos dados e balanços de bancos mostrando perdas em razão da crise imobiliária.

A questão dos investidores é se o corte será de 0,25 ponto percentual ou se repetirá a redução surpreendente do mês passado de 0,50 ponto.

Lena Komileva, economista-chefe do Tullett Prebon em Londres, espera um corte de 0,25 ponto.

"Os mercados de crédito continuam desordenados. A desaceleração do setor imobiliário se intensificou e não há retomada à vista... (além disso) a perspectiva de inflação continua benigna no curto prazo, o que permite que o Fed coloque o foco no crescimento", disse.

O Fed anuncia sua decisão na quarta-feira às 16h15 (horário de Brasília), ao fim de uma reunião de dois dias.

O dado mais importante da semana será o de postos de trabalho, que deve mostrar a criação de 90 mil vagas em outubro e estabilidade da taxa de desemprego em 4,7 por cento.   Continuação...