Empresa de fertilizantes da Rússia reduzirá produção em até 50%

quarta-feira, 29 de outubro de 2008 14:46 BRST
 

MOSCOU, 29 de outubro (Reuters) - A Acron AKRNq.L, fabricante russa de fertilizantes, reduzirá a produção em até 50 por cento no próximo mês nas unidades localizadas na Rússia e na China, à medida em que produtores com problemas de caixa cancelaram ordens de compra após a queda nos preços dos produtos.

O corte na produção, que atingirá as três instalações da Acron, vai permanecer em vigor pelo menos até o final de novembro, afirmou o presidente da companhia, Alexander Popov, em um comunicado nesta quarta-feira.

Nenhuma diminuição no quadro de funcionários está planejada e a empresa disse que possui estoques suficientes para cumprir suas obrigações contratuais.

"A crise de liquidez global impactou a posição financeira dos produtores agrícolas; muitos deles estão passando por dificuldades para obter finaciamento dos débitos", declarou Popov em um comunicado.

"Além disso, a maior produtividade na segunda metade deste ano causou uma queda global nos preços dos produtos agrícolas. A demanda por fertilizantes minerais caiu ao longo dos últimos meses, o que também resultou em preços mais baixos", explicou ele.

Acron, que vendeu 4,4 milhões de toneladas de fertilizantes no ano passado, disse que reduziria em até 30 por cento a produção de amônio na unidade Veliky Novgorod, enquanto a de fertlizantes minerais seria cortada em 50 por cento e a de produtos de síntese orgânica em, no máximo, 20 por cento.

Já a subsidiária Dorogobuzh da companhia, localizada na região russa de Smolensk, está diminuindo a produção de amônio em 15 por cento e a de nitrato de amônia em 50 por cento

A Hongri Acron, instalada na provínica de Shandong, na China, está reduzindo a produção do complexo de fertilizantes em 50 por cento.

A Acron emprega mais de 12 mil pessoas na Rússia e na China. A empresa apresentou uma receita de 1,3 bilhões de dólares em 2007 e um lucro líquido de 231 milhões de dólares no mesmo ano.

(Por Robin Paxton)