ATUALIZA-BC se prepara para acessar linha do Federal Reserve

quarta-feira, 29 de outubro de 2008 19:00 BRST
 

(Acrescenta informações do Banco Central e contexto)

SÃO PAULO/BRASÍLIA, 29 de outubro (Reuters) - O Banco Central brasileiro afirmou nesta quarta-feira que está se preparando para utilizar uma linha de swap de moedas com o Federal Reserve, no valor de até 30 bilhões de dólares, para "incrementar os fundos disponíveis para as operações de provisão de liquidez em dólares".

"O BC tomará as medidas regulamentares e operacionais necessárias para a implementação desta iniciativa, observando-se os limites e condições a serem estabelecidos pelo Conselho Monetário Nacional", afirmou o BC em comunicado.

O Fed, banco central norte-americano, anunciou o lançamento de quatro novas linhas de swap de 30 bilhões de dólares cada com Brasil, México, Coréia do Sul e Cingapura, expandindo seu esforço para reduzir a escassez de dólares ao redor do mundo. As linhas são válidas até 30 de abril de 2009.

O Fed tem agora um total de 13 linhas de swap com bancos centrais estrangeiros.

No Brasil, o BC afirmou que o acordo com o Fed "é parte da estratégia de atuação do Banco Central no combate aos efeitos da turbulência financeira internacional sobre a economia brasileira e evidencia a importância da estreita cooperação entre autoridades monetárias na atual conjuntura internacional".

O banco central do México foi claro ao afirmar que a linha "no momento não será necessária" para o país.

Uma medida provisória editada pelo governo brasileiro há uma semana autorizou o BC a realizar trocas de reais por outras moedas com bancos centrais de outros países. À ocasião, o presidente do BC, Henrique Meirelles, afirmou que a MP abria uma "faculdade legal".

"Vai depender em primeiro lugar de haver algum interesse do Brasil, e depois interesse de outra parte", afirmou naquele momento.