Governo ameaça usar maioria para aprovar Fundo Soberano

quarta-feira, 29 de outubro de 2008 17:04 BRST
 

BRASÍLIA, 29 de outubro (Reuters) - O líder do governo na Câmara, deputado Henrique Fontana (PT-RS), ameaçou usar a maioria que a base aliada tem na Casa para aprovar a criação do Fundo Soberano nesta quarta-feira, caso a oposição insista em barrar a proposta.

"O fundo só traz coisas boas para a economia brasileira, por isso o meu apelo para que a oposição mude de idéia, e se ela não mudar nós queremos, com a maioria que temos com os partidos da base, aprovar o fundo ainda hoje", disse Fontana a jornalistas.

O líder do PSDB, José Aníbal (SP), afirmou que o seu partido, o DEM e o PPS vão obstruir a votação do Fundo Soberano de 14 bilhões de reais porque não concordam com a proposta. Aníbal ponderou que seria muito melhor usar esse recurso para suprir a saúde pública e adicionar recursos ao BNDES para a exportação.

Fontana rebateu o argumento do tucano dizendo que se há uma necessidade de aumentar o orçamento da saúde em 3 ou 4 bilhões, "eu não posso usar o dinheiro do Fundo Soberano, tenho que usar um dinheiro do Tesouro, do Orçamento Geral da União."

(Reportagem de Ana Paula Paiva, Edição de Mair Pena Neto)