UBS Pactual reduz preço-alvo de Natura após resultado fraco

segunda-feira, 29 de outubro de 2007 12:19 BRST
 

SÃO PAULO, 29 de outubro (Reuters) - O UBS Pactual reduziu nesta segunda-feira seu preço-alvo para as ações da fabricante de cosméticos Natura (NATU3.SA: Cotações), de 26 para 24 reais em 2008, após revisar projeções com base no balanço trimestral fraco divulgado na quinta-feira passada.

A recomendação para os papéis da empresa foi mantida em "neutro" pela instituição. "Os resultados do terceiro trimestre da Natura ficaram cerca de 6 por cento abaixo de nossas estimativas e significativamente abaixo (12 por cento) das expectativas consensuais", afirmou o banco em relatório.

"A Natura continua a aumentar sua base de revendedores nas mesmas taxas, mas a produtividade continua caindo confome os concorrentes conseguem fazer um trabalho melhor em conseguir a atenção dos revendedores (muitos dos quais representam tanto Natura quanto Avon)", apontou o UBS Pactual.

"Os resultados do terceiro trimestre nos compele a reduzir nossas estimativas e estabelecer um novo preço-alvo de 24 reais por ação (contra os 26 de antes)", afirma o banco citando que a empresa perdeu mercado em um ambiente de crescimento do setor.

Entre julho e setembro, a empresa teve queda de 12,1 por cento no lucro líquido, para 117 milhões de reais, em relação ao mesmo período do ano passado.

O UBS Pactual reduziu em 3 por cento sua projeção de lucro líquido da Natura em 2007, para 473 milhões de reais, e a previsão para 2008 caiu 4 por cento, para 522 milhões de reais.