FMI reduz projeção de crescimento global

terça-feira, 29 de janeiro de 2008 18:25 BRST
 

Por Alister Bull e Glenn Somerville

WASHINGTON (Reuters) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu nesta terça-feira sua previsão para o crescimento mundial em 2008 e alertou que a economia global pode ter a pior performance em cinco anos, podendo desacelerar ainda mais.

Culpando a crise nas hipotecas de alto risco (subprime) dos Estados Unidos pela revisão significativa, o FMI disse que nenhum país poderá escapar completamente ileso.

"É uma desaceleração significativa. É uma desaceleração global, sem nenhuma dúvida", disse a jornalistas o economista-chefe do FMI, Simon Johnson. Ele não quis caracterizar os riscos que podem levar os Estados Unidos a uma recessão, mas o FMI deixou claro que se prepara para mais notícias ruins.

"O equilíbrio geral dos riscos para a perspectiva de crescimento global ainda pende para o lado de baixo", afirmou o FMI na atualização semestral de sua Perspectiva Econômica Global, divulgada em outubro.

O FMI reduziu sua projeção global de crescimento em 2008 de 4,4 para 4,1 por cento. Esse seria o pior desempenho desde 2003, quando a expansão global atingiu 3,6 por cento, e reflete uma desaceleração marcante em relação aos 4,9 por cento do ano passado --ainda que as economias emergentes tenham se sustentado até aqui e que a China não tenha decepcionado.

"As tensões no mercado financeiro originadas do setor subprime... se intensificaram, ao mesmo tempo em que a recente queda acentuada das ações foi um sintoma do aumento da incerteza."

CRISE DE CRÉDITO

O FMI disse que o tumulto nos mercados "chegou a uma nova fase --fase em que as preocupações com o crédito agora se estendem além do setor subprime" e vão precisar de atenção cuidadosa com o medo de que elas contaminem a economia.   Continuação...