RPT-VALE tem 5o lucro recorde em 2007 apesar de 4o tri

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008 08:18 BRT
 

(Repete matéria publicada na noite de quinta-feira)

Por Denise Luna

RIO DE JANEIRO, 29 de fevereiro (Reuters) - O lucro da Vale cresceu 29,4 por cento no quarto trimestre, para 4,4 bilhões de reais, ajudando a maior mineradora do mundo a registrar em 2007 o quinto ano de lucro recorde da companhia, de 20 bilhões de reais.

Maior produção e o aumento do preço do minério de ferro em 9,5 por cento no ano passado foram fatores decisivos para o que a empresa chamou de um balanço "saudável com endividamento de baixo risco".

Em contrapartida, a valorização do real, da ordem de 7 por cento no último trimestre do ano, e a queda de alguns metais não-ferrosos, como o níquel e o cobre, contribuiram para uma geração de caixa medida pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, amortizações) menor do que o esperado.

O Ebitda da empresa no quarto trimestre ficou 19 por cento abaixo do mesmo período do ano anterior, caindo para 6,4 bilhões de reais. Segundo a Vale, isso aconteceu principalmente pela queda do lucro operacional no segmento de metais não ferrosos.

"A redução do Ebitda da empresa é consequência principalmente da redução do lucro operacional verificado no segmento de metais não-ferrosos causada pela queda de 23,9 por cento observada no preço médio em reais realizado nas vendas de níquel e pela redução do volume vendido desse metal em 6,9 por cento", informou a companhia.

No quarto trimestre a receita da Vale atingiu 15,5 bilhões de reais, contra 16,7 bilhões de reais há um ano, justificada pelo impacto negativo da valorização do real frente ao dólar, de 1,846 bilhão de reais, e da perda com a variação nos preços dos metais de 135 milhões de reais.   Continuação...