Fidel diz que discurso de Bush é "passeio" por problemas

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 15:54 BRST
 

HAVANA (Reuters) - O líder cubano, Fidel Castro, descreveu nesta quarta-feira o discurso do presidente norte-americano, George W. Bush, como um "passeio olímpico" pelos problemas do mundo.

Em artigo publicado nesta quarta-feira na imprensa oficial, Fidel, de 81 anos, faz uma longa análise do discurso pronunciado na segunda-feira por Bush diante do Congresso.

"O presidente dos Estados Unidos prossegue assim com seu passeio olímpico sobre os problemas de um planeta a seus pés", escreveu Castro em editorial entitulado "A antítese da ética".

O líder cubano critica os comentários de Bush sobre o combate à pobreza, a economia norte-americana, a guerra do Iraque e suas advertências quanto ao Irã.

"Tem que deixar que o próprio Bush fale. Para um povo que sabe ler, escrever e que pensa, ninguém pode fazer uma crítica mais eloquente do império do que o próprio Bush", escreveu.

Bush disse em seu discurso na segunda-feira que os Estados Unidos "apoiam a liberdade" em Cuba.

Em seu artigo, Castro responde: "Tenho trabalhado duro".

Fidel não aparece em público desde que ficou doente e transferiu o poder a seu irmão Raúl, há 18 meses.

Este mês, Fidel foi eleito para o Parlamento cubano por 98,3 por cento dos votantes do distrito de Santiago de Cuba, deixando aberta a possibilidade de que seja confirmado como chefe de Estado no fim de fevereiro.

(Por Esteban Israel)