Casa Branca minimiza perigo de recessão dos EUA

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 16:01 BRST
 

A BORDO DO AIR FORCE ONE (Reuters) - A Casa Branca minimizou os rumores de que os Estados Unidos possam estar a caminho da recessão e afirmou que o relatório de crescimento do PIB no quarto trimestre divulgado nesta quarta-feira não alterou suas perspectivas.

"Não ouvi até o momento que mudamos nossas perspectivas, e não estamos antevendo uma recessão", disse o porta-voz da Casa Branca, Tony Fratto, a repórteres que viajam com o presidente George W. Bush para a Califórnia para um tour por quatro Estados no oeste do país.

O PIB dos Estados Unidos cresceu apenas 0,6 por cento no quarto trimestre de 2007, segundo o Departamento do Comércio. O número veio abaixo dos 1,2 por cento previsto por economistas do setor privado.

O relatório apontou ainda que em 2007 o PIB cresceu apenas 2,2 por cento, a menor taxa em cinco anos.

Fratto também pediu ao Senado dos Estados Unidos que agilize a aprovação do pacote de estímulo econômico avaliado em 150 bilhões de dólares para animar a economia.

"Creio que a única coisa de podemos fazer é ajudar a lembrá-los de que a América espera uma atitude e a quer rapidamente. A única forma de um pacote econômico ter o efeito desejado é aplicá-lo rapidamente", acrescentou Fratto.

(Reportagem de Caren Bohan)