Espera por Fed trava mercado e dólar fecha estável

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 16:27 BRST
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou estável nesta quarta-feira, a 1,781 real, após uma sessão travada pela expectativa antes da reunião do banco central dos Estados Unidos.

A decisão do Federal Reserve será anunciada somente às 17h15 (horário de Brasília) e, portanto, vai repercutir sobre o dólar somente na sessão de quinta-feira.

A maior parte dos analistas espera um novo corte do juro norte-americano, desta vez em 0,50 ponto percentual, para reanimar os mercados financeiros e conter uma possível recessão. Na semana passada, o Fed reduziu o juro em 0,75 ponto em decisão emergencial.

Segundo Sidnei Nehme, diretor-executivo da NGO Corretora, se o Fed confirmar a expectativa do mercado e cortar a taxa básica em 0,50 ponto percentual, poderá haver o "reinício forte das operações derivativas, com forte influência de valorização sobre o real".

Isso pode ocorrer porque, quanto menor o juro nos EUA, maior a diferença de rendimento entre os títulos norte-americanos e os ativos brasileiros.

A eventual pressão de queda do dólar, porém, pode não ser imediata. Como lembrou Miriam Tavares, diretora de câmbio da AGK Corretora, na quinta-feira haverá a definição da última Ptax (taxa média do dólar) do mês.

A taxa será usada para a liquidação dos contratos de dólar fevereiro de 2008 na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) e de cerca de 2 bilhões de dólares em swap cambial reverso.

Nesta quarta-feira, o BC fez a rolagem desse lote de swap reverso. A autoridade monetária vendeu 95 por cento da oferta, com volume equivalente a 1,9 bilhão de dólares.

O BC fez também um leilão de compra de dólares no mercado à vista. Na operação, foi definida taxa de corte a 1,7780 real, com pelo menos uma taxa aceita, segundo operadores.