Lula vê Brasil em condições de sair ileso da crise dos EUA

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 21:40 BRST
 

Por Carmen Munari

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reiterou nesta quarta-feira que o Brasil tem atualmente condições de enfrentar à crise americana ao contrário de outros tempos em que uma turbulência semelhante "teria quebrado" o país.

"Estamos vendo os artigos em todas as revistas do mundo que, possivelmente, o Brasil seja o país que saia mais ileso dessa crise americana", disse Lula em discurso na inauguração das novas instalações da agência central dos Correios.

Lula afirmou que no passado uma geração de economistas, que incluía o governador de São Paulo, José Serra, o secretário de Cultura da capital paulista, João Sayad, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP), todos presentes à cerimônia, e o presidente do BNDES, Luciano Coutinho acreditava que o Brasil não tinha jeito.

"Alguns companheiros nossos diziam: não tem jeito, está quebrado, acabou", disse Lula para destacar em seguida o momento de "tranquilidade" que atravessa a economia brasileira.

Lula também atribuiu ao desempenho da economia a queda dos índices de criminalidade divulgada na terça-feira.

"A vida das pessoas está melhorando, as pessoas estão tendo mais perspectiva de emprego, as pessoas estão tendo perspectiva de poder a voltar a estudar."

(Edição de Mair Pena Neto)