Renda e gastos pessoais nos EUA sobem em outubro, mas preocupam

sexta-feira, 30 de novembro de 2007 11:44 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - Os gastos pessoais dos norte-americanos cresceram 0,2 por cento em outubro, abaixo do esperado, enquanto que os preços subiram em ritmo moderado, informou o Departamento de Comércio dos Estados Unidos nesta sexta-feira, em um relatório que pode fortalecer as preocupações sobre a saúde da economia do país.

A renda pessoal cresceu 0,2 por cento no mês passado, abaixo da expansão de 0,4 por cento registrada em setembro.

Economistas consultados pela Reuters esperavam um ganho de 0,3 por cento nos gastos, e um aumento de 0,4 por cento na renda.

O índice de preços de gastos com consumo (PCE) registrou alta de 0,3 por cento. O núcleo do PCE, que exclui da conta os alimentos e energia, subiu 0,2 por cento, em linha com as estimativas de economistas.

O PCE é uma medida de inflação contida no relatório de renda e gastos dos norte-americanos bastante acompanhada pelo Federal Reserve.