BOVESPA-Índice tem forte alta no início da sessão, sistema trava

sexta-feira, 30 de novembro de 2007 12:47 BRST
 

SÃO PAULO, 30 de novembro (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo tinha forte alta na manhã desta sexta-feira, num dia agitado com a estréia das ações da Bolsa de Mercadorias & Futuros BMEF3.SA, que acabou travando temporariamente o sistema de negociação.

As 12h33, o Ibovespa .BVSP tinha alta de 2,34 por cento, a 63.609 pontos. Caso a tedência se confirme, o índice deve fechar no quarto dia seguido de alta, reduzindo drasticamente as perdas do mês.

Até o início da semana, o indicador da bolsa paulista acumulava desvalorização de mais de 9 por cento, amenizada na quinta-feira, quando a alta do mercado reduziu as perdas para 4,8 por cento.

A maior alta entre as ações que compõem o Ibovepsa era da Braskem (BRKM5.SA: Cotações), que avançavam 11,98 por cento, depois que a empresa fechou um acordo para assumir ativos petroquímicos da Petrobras (PETR4.SA: Cotações) que, em troca, ampliará sua participação no capital total da petroquímica de 6,8 por cento para 25 por cento.

A Companhia Vale do Rio Doce (VALE5.SA: Cotações) seguia sua trajetória de recupração dos últimos pregões e subia 2,94 por cento, a 53,59 reais.

Fora do Ibovespa, a estréia dos negócios com as ações da BM&F provocou um congestionamento total do sistema de negociações da bolsa paulista.

Depois de resolvido o problema, os papéis da quarta maior bolsa de mercadorias e futuros do mundo dispararam 30 por cento, para 26 reais.

Nos Estados Unidos os principais índices de Wall Street abriram em alta, impulsionados pelos comentários do chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, que aumentou as esperanças por novo corte na taxa básica de juro do país.

(Reportagem de Rodolfo Barbosa; Edição de Renato Andrade)