Avaliação do governo é estável, mas inflação preocupa, diz Ibope

segunda-feira, 30 de junho de 2008 14:48 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A avaliação do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva permaneceu estável em junho, mas a aprovação dos brasileiros em relação ao combate à inflação registrou queda, de acordo com dados da pesquisa Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e apresentada nesta segunda-feira.

A aprovação do governo Lula no que se refere ao combate à inflação caiu para 41 por cento, dez pontos abaixo da registrada em março (51 por cento). Outra percepção que teve queda foi a atuação no desemprego, passando de 55 para 52 por cento.

A inflação tem subido nos últimos meses no país, principalmente pelo comportamento dos preços dos alimentos. Em maio, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) --que baliza a política de metas de inflação do governo-- subiu 0,79 por cento, o maior avanço para meses de maio desde 1996. O Banco Central estima que a inflação em 2008 ficará em 6 por cento.

A avaliação positiva para o governo como um todo ficou em 58 por cento em junho, mesmo patamar de março, mês da sondagem anterior. A avaliação ruim ou péssima subiu para 12 por cento, um ponto acima de março. O desempenho ainda é o melhor desde a primeira posse do presidente Lula em 2003.

A aprovação geral do governo Lula manteve-se praticamente no mesmo patamar, com alteração de apenas um ponto percentual, passando de 73 por cento para 72 por cento neste mês. A confiança no presidente Lula se manteve em 68 por cento.

O Ibope entrevistou 2002 pessoas em 141 municípios entre os dias 22 e 23 de junho. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais.

(Reportagem de Raymond Colitt; Edição de Carmen Munari)