Cai número de norte-americanos mortos em combate no Iraque

quarta-feira, 30 de julho de 2008 08:57 BRT
 

Por Mohammed Abbas

BAGDÁ (Reuters) - O número de soldados norte-americanos mortos em combate no Iraque caiu neste mês, fazendo do mês de julho o mês com menos baixas desde a invasão do Iraque, em 2003.

Cinco soldados dos Estados Unidos foram mortos em combate no Iraque até agora em julho, contra 66 no mesmo mês do ano passado, de acordo com o site independente icasualties.org, que contabiliza as baixas entre soldados norte-americanos no conflito.

A queda assinala a diminuição drástica da violência no Iraque, para níveis inéditos desde o começo de 2004.

O envio de mais tropas dos Estados Unidos ao Iraque no ano passado, a decisão de líderes tribais sunitas de se voltar contra a Al Qaeda e um cessar-fogo imposto pelo clérigo xiita Moqtada al-Sadr à sua milícia Exército Mehdi são alguns dos fatores responsáveis pela redução da violência.

O número de mortos em combate foi de 23 em junho e 15 em maio, segundo o site icasualties.

No total de julho, nove soldados norte-americanos morreram no Iraque. Os outros quatro não morreram em combate, mas nos incidentes não-hostis, como acidentes.

O total de mortos entre os militares dos Estados Unidos foi de 29 em junho e de 19 em maio, considerando os eventos não-hostis.

Os números contrastam com os do conflito no Afeganistão, onde mais soldados morreram em maio e em junho, em comparação com o Iraque. Há 144 mil militares norte-americanas no Iraque e 36 mil no Afeganistão.

Cerca de 4.120 soldados norte-americanos morreram no Iraque desde a invasão. No Afeganistão, foram 561 desde que o governo Talibã caiu, em 2001.

 
<p>Soldado norte-americano durante patrulha conjunta com for&ccedil;as iraquianas, noI Iraque. O n&uacute;mero de soldados norte-americanos mortos em combate no Iraque caiu neste m&ecirc;s, fazendo do m&ecirc;s de julho o m&ecirc;s com menos baixas desde a invas&atilde;o do Iraque, em 2003. Photo by Ibrahim Sultan</p>