BRASKEM aprova integração dos ativos do grupo Ipiranga

terça-feira, 30 de setembro de 2008 18:29 BRT
 

SÃO PAULO, 30 de setembro (Reuters) - Os acionistas da Braskem BRKM5.SA, maior empresa de resinas petroquímicas do país, aprovaram nesta terça-feira a incorporação dos ativos da Ipiranga.

Em novembro do ano passado, a Braskem acertou com a Petrobras a compra dos ativos do grupo Ipiranga e, em troca, a estatal passou a deter perto de 30 por cento do capital da Braskem.

Ainda não foi decidido, entretanto, o destino da Petroquíimica Triunfo, em que a Petroplastic controla parte do capital e a Petrobras detém algo como 60 por cento. Elas devem discutir o assunto até o final deste ano.

Segundo comunicado divulgado nesta terça-feira, os acionistas aprovaram a incorporação da Ipiranga Petroquímica, da Petroquíimica Paulínia e de parte da Ipiranga Química na Isatec.

A Copesul já havia sido incorporada pela Ipiranga Petroquímica no dia 11 de setembro e, por isso, também passa a integrar a Braskem.

De acordo com o comunicado, os ativos incorporados foram avaliados em 3,4 bilhões de reais.

Como antes da incorporação anunciada nesta terça-feira a Braskem detinha 100 por cento do capital total da Ipiranga Química e da Petroquíimica Paulínia, além de 99,3 por cento do capital total da Ipiranga Petroquímica, a Braskem deverá emitir 1.506.061 ações preferenciais classe "A", que deverão ser entregues aos minoritários da Ipiranga Petroquímica. O número é equivalente a 0,3 por cento do capital total da companhia.

(Texto de Taís Fuoco, Edição de Daniela Machado)