MP acusa Aécio, Pimentel e Lacerda de abuso de poder na campanha

terça-feira, 30 de setembro de 2008 15:36 BRT
 

Por Marcelo Portela

BELO HORIZONTE, 30 de setembro (Reuters) - O Ministério Público Eleitoral pediu que a Justiça determine a inelegibilidade do candidato à prefeitura de Belo Horizonte Márcio Lacerda (PSB), de seu vice, Roberto Carvalho (PT), do governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB) e do prefeito da capital mineira, Fernando Pimentel (PT), por abuso de poder econômico, político e de autoridade durante a campanha eleitoral.

Os quatro têm cinco dias para apresentar defesa à Justiça Eleitoral no Estado, o que não afeta a votação do próximo domingo. Na ação apresentada ao TRE-MG na sexta-feira, o MP pede que a Justiça determine a inelegibilidade dos quatro, bem como a cassação da candidatura ou do diploma de Lacerda e Carvalho, caso sejam eleitos.

A denúncia foi apresentada à Justiça poucos dias depois de Aécio ter anunciado investimentos em Belo Horizonte durante o lançamento oficial do programa de governo da candidatura de Márcio Lacerda, o que, de acordo com o MP, caracteriza abuso de poder econômico.

"O anúncio do governador de investimento no valor de R$ 1,5 bilhão em obras e programas nos próximos dois anos, em discurso proferido diante dos demais investigados Fernando Pimentel, Roberto Carvalho e Márcio Lacerda, causa no eleitor uma expectativa altamente favorável ao candidato por ele apoiado", afirma o MP.

"Como se vê, o político Aécio Neves da Cunha não se limitou a dar mero apoio pessoal, mas usou e abusou de seu poder como governador para prometer, em favor do candidato Márcio Lacerda, a execução de obras idealizadas pela proposta deste", continua a denúncia.

Segundo o MP, os acusados também usaram os programas veiculados no horário eleitoral gratuito para reforçar a idéia de união em torno de Lacerda, "fazendo crer ao eleitorado, de forma indevida, que somente com a continuidade da alegada parceria haverá o prosseguimento das ações do governo do Estado na capital".

DANO AO EQUILÍBRIO   Continuação...