30 de Setembro de 2008 / às 20:37 / em 9 anos

PANORAMA2-Mercados se acalmam na torcida por pacote nos EUA

Por Vanessa Stelzer

SÃO PAULO, 30 de setembro (Reuters) - Após o pânico da véspera, os mercados financeiros tiveram um dia de correção nesta terça-feira, baseando-se na esperança de que o plano para resgatar o setor financeiro dos Estados Unidos será finalmente aprovado.

O presidente norte-americano, George W. Bush, o secretário do Tesouro, Henry Paulson, e líderes do Congresso prometeram dar continuidade às discussões sobre o pacote após a rejeição pela Câmara dos Deputados.

No Brasil, a Bovespa subiu mais de 7 por cento e o dólar chegou a recuar mais de 3 por cento frente ao real. Em Wall Street, a alta dos principais índices acionários aproximou-se de 5 por cento.

"Depois do primeiro momento de pânico, a cautela prevalece e os movimentos vão ser muito bem medidos. Assim, bastante temerosos, com muito cuidado e sem saber e ter para onde ir, o mundo financeiro aguarda a nova estratégia do governo norte-americano para combater a crise", disse Miriam Tavares, diretora de câmbio da AGK Corretora.

"Enquanto esperam, os players vão tentando corrigir alguns exageros do dia de ontem (segunda-feira)."

O mercado de juros futuros brasileiro teve queda, selando a visão de que o aperto monetário será mais suave em outubro e talvez ainda mais brando em dezembro. Alguns analistas já começam a pensar na idéia de o aumento da Selic ser interrompido na última reunião do ano.

Veja como encerraram os principais mercados na terça-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,906 real, em queda de 2,95 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 3,85 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa saltou 7,63 por cento, a 49.541 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 4,87 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros avançou 11,97 por cento, aos 26.776 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam em baixa na BM&F. O DI janeiro de 2010 caiu a 14,47 por cento, enquanto o DI janeiro de 2012 recuou a 14,17 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, recuava para 125,44 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 6,37 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil declinava 32 pontos, a 305 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 392 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI subiu 4,68 por cento, a 10.850 pontos. O Nasdaq .IXIC teve ganhos de 4,97 por cento, para 2.082 pontos. O índice S&P 500 .SPX avançou 5,27 por cento, aos 1.164 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuava e o rendimento subia para 3,83 por cento no final da tarde ante 3,58 por cento na segunda-feira.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Reportagem adicional de Aluísio Alves e Fabio Gehrke; Edição de Daniela Machado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below