CÂMBIO-Dólar se acomoda e recua com melhora externa e Ptax

quarta-feira, 30 de abril de 2008 10:55 BRT
 

SÃO PAULO, 30 de abril (Reuters) - O dólar operava em baixa nesta quarta-feira, oscilando de acordo com a disputa nos mercados futuros após dois dias de alta e com a movimentação no exterior em um dia de agenda cheia.

Às 10h52, a moeda norte-americana BRBY caía 0,59 por cento, para 1,695 real.

A última sessão do mês assiste à disputa pela formação da Ptax, taxa média do dólar usada para a liquidação de contratos futuros e derivativos em vencimento.

A forte alta dos últimos dias, que levou o dólar de volta ao patamar de 1,70 real, favoreceu os investidores instituicionais nacionais, que mantinham quase 4 bilhões de dólares em posições compradas no mercado futuro de dólar.

Os estrangeiros também compraram um volume bastante grande de dólares no futuro na terça-feira, contribuindo para a alta de 0,95 por cento da moeda na sessão. Eles anularam a posição vendida de mais de 1,6 bilhão de dólares do dia anterior, de acordo com a Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F).

No mês, o dólar ainda tem queda de mais de 3 por cento.

"O dólar já subiu um pouco (nos últimos dias). Talvez ele fique por aí mesmo", disse Renato Schoemberger, operador da Alpes Corretora.

Os agentes monitoram também o mercado externo, que amanheceu satisfeito com o crescimento de 0,6 por cento da economia dos Estados Unidos no primeiro trimestre. O resultado amenizou o temor de uma recessão no país.

"Os movimentos dos investidores nos mercados externos devem continuar como principal referencial para os mercados locais", escreveu Miriam Tavares, diretora de câmbio da AGK Corretora, em relatório.

Às 15h15 (horário de Brasília), o Federal Reserve anuncia a decisão sobre a taxa de juro norte-americana. Os investidores esperam um corte de 0,25 ponto percentual, o último do atual ciclo de afrouxamento monetário.

(Reportagem de Silvio Cascione; Edição de Alberto Alerigi Jr.)