Marta diz que eleição de candidato do DEM é retrocesso em SP

terça-feira, 30 de setembro de 2008 18:24 BRT
 

SÃO PAULO, 30 de setembro (Reuters) - Na reta final da corrida eleitoral, a candidata à prefeitura de São Paulo Marta Suplicy (PT) mantém a mira no prefeito Gilberto Kassab (DEM). Ela declarou nesta terça-feira que a eleição de Kassab significará um retrocesso para São Paulo.

"Será que vai ter a bandeira do retrocesso do PFL? Que foi responsável por décadas e décadas de retrocesso no Brasil? Não vamos deixar", disse Marta durante discurso em escola de samba de São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo.

Desde março de 2007, o Partido da Frente Liberal (PFL) mudou seu nome para Democratas (DEM). A legenda, historicamente aliada do PSDB, é a maior inimiga do PT e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, principalmente nas disputas do Congresso Nacional.

"São Paulo não pode ter o PFL no poder, que atrasou o país em décadas. O país todo varreu esse partido que caminha para a extinção. E São Paulo vai elegê-los?", questionou Marta.

Líder das pesquisas com 37 por cento de intenção de voto pelo Datafolha, Marta deve enfrentar no segundo turno o prefeito Kassab, que tem 24 por cento, ou Alckmin, com 20 por cento.

(Reportagem de Maurício Savarese; Edição de Carmen Munari)