BOVESPA-Ações ligadas a metais encaminham índice para 2a alta

quarta-feira, 30 de julho de 2008 11:19 BRT
 

SÃO PAULO, 30 de julho (Reuters) - O otimismo dos mercados internacionais com uma safra de notícias positivas da economia dos Estados Unidos colocava a Bolsa de Valores de São Paulo no caminho da segunda alta consecutiva nesta quarta-feira.

Às 11h15, o Ibovespa tinha valorização de 1,6 por cento, aos 58.986 pontos. O giro financeiro na bolsa era de 1,16 bilhão de reais.

Ações de empresas ligadas a metais, assim como na véspera, puxavam a alta do índice. As preferenciais da Gerdau (GGBR4.SA: Cotações) lideravam a tendência e avançavam 5,3 por cento, para 33,80 reais. Logo atrás, as ordinárias da Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3.SA: Cotações) subiam 5,25 por cento, a 63,15 reais.

As preferenciais da Vale (VALE5.SA: Cotações), as mais negociadas, tinham alta de 3,3 por cento, a 40,28 reais. A mineradora teve o rating de crédito elevado pela agência Standard & Poor's de "BBB" para "BBB+".

Segundo operadores, a senha para a volta às compras foi o anúncio de que o Federal Reserve oferecerá mais crédito aos dealers primários em mais um passo para melhorar a liquidez do mercado financeiro.

"É uma medida paliativa, mas foi o suficiente para trazer alguns investidores de volta às compras, mesmo que de forma tímida", disse Carlos Alberto Ribeiro, diretor da Novação Distribuidora.

Os mercados nova-iorquinos também repercutiam positivamente a queda do petróleo CLc1 para a casa dos 121 dólares por barril, resultados corporativos melhores do que as projeções de analistas e um dado mostrando aumento na criação de empregos no setor privado em julho. Com isso, o índice Dow Jones .DJI subia 1,4 por cento.

No quadro doméstico, a Vivo deu sequência à temporada de balanços do segundo trimestre, reportando prejuízo líquido de 59,5 milhões de reais, perda 8,6 por cento menor do que a registrada no mesmo período do ano passado. As ações preferenciais da operadora de telefonia celular VIVO4.SA subiam 0,7 por cento, a 8,24 reais.

O mercado acionário doméstico também respondia positivamente à notícia de que a inflação brasileira medida pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) foi de 1,76 por cento em julho, após 1,98 por cento em junho. Analistas ouvidos pela Reuters esperavam alta de 1,83 por cento.

Ainda nesta quarta-feira, após o fechamento do pregão, devem ser divulgados os resultados de Sadia SDIA4.SA, Cosan (CSNA3.SA: Cotações) e JBS Friboi (JBSS3.SA: Cotações).

(Reportagem de Aluísio Alves; Edição de Daniela Machado)