Inadimplência de hipotecas seguradas cresce 37% em março nos EUA

quarta-feira, 30 de abril de 2008 14:38 BRT
 

NOVA YORK, 30 de abril (Reuters) - A inadimplência de hipotecas seguradas norte-americanas aumentou 37,2 por cento em março, com um número crescente de moradores sem conseguir pagar seus empréstimos.

A associação de seguradoras de hipotecas dos Estados Unidos afirmou nesta quarta-feira que 58.131 emprestadores estavam com seus pagamentos atrasados em pelo menos 60 dias em março. O número está acima dos 42.362 registrados em março do último ano, mas 4,6 por cento abaixo dos 60.911 de fevereiro.

Os números de março marcam a primeira vez em quatro meses seguidos que a inadimplência não chega aos 60 mil.

O número de inadimplentes é importante pois frequentemente antecede o número de execuções de hipotecas.

Seguradoras privadas de hipotecas permitem que as pessoas comprem casa com pagamentos de entrada abaixo de 20 por cento do valor do imóvel e garante ao emprestador que receba o dinheiro mesmo se o comprador deixe de pagar.

Concessores de empréstimos têm dificultado suas condições de empréstimos, forçando os compradores a pagar um valor de entrada maior, encontrar novos meios de empréstimos, comprar casas mais baratas ou mesmo adiar a compra.

(Reportagem de Lilla Zuill)