Governo destaca grau de investimento em meio à crise

quarta-feira, 30 de abril de 2008 18:48 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O governo comemorou a concessão ao Brasil do grau de investimento pela agência de risco Standard & Poor's nesta quarta-feira destacando a relevância de a nota ter vindo em um momento de crise internacional.

"No meio de uma crise, onde vários países estão fragilizados, o Brasil aparece como um país fortalecido, que reúne condições de solidez e de sustentabilidade", afirmou o ministro da Fazenda, Guido Mantega, em entrevista à imprensa.

Para Mantega, a solidez da economia é resultado de um crescimento robusto, com contas fiscais e inflação sob controle, apesar da pressão dos preços dos alimentos.

A agência de classificação Standard & Poor's elevou a avaliação do Brasil a "BBB-" nesta quarta-feira.

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou que a decisão da S&P reflete principalmente o aumento da resistência da economia do país a choques externos.

"É um momento certamente muito significativo para o Brasil porque o investment grade é conseguido em um momento de incerteza e instabiladade econômica internacional", disse Meirelles em teleconferência com jornalistas em Brasília.

"Isso mostra o aumento da resistência da economia brasileira a choques externos."

O governo vinha argumentando que as agências de classificação estavam demorando para reconhecer os avanços da economia brasileira.

Em entrevista à Reuters no início deste mês, o ministro Paulo Bernardo (Planejamento) afirmou que a obtenção da nota era "irrelevante." Dias depois, Mantega afirmou não estar "muito obrigado" com o grau de investimento pois considerava que a economia brasileira já havia reunido as condições necessárias para tal.

Nesta tarde, Mantega afirmou que, com o grau de investimento, o Brasil "está recebendo reconhecimento internacional de que nossa política econômica é eficiente."

(Reportagem de Isabel Versiani e Ana Nicolaci da Costa)