30 de Novembro de 2007 / às 21:34 / 10 anos atrás

ATUALIZA-Três consórcios dão garantias e disputarão hidrelétrica

(Texto atualizado com contexto)

Por Renata de Freitas

SÃO PAULO, 30 de novembro (Reuters) - Três consórcios disputarão a concessão da hidrelétrica de Santo Antônio, no rio Madeira (RO), em 10 de dezembro. A estatal Eletronorte e o grupo de investidores capitaneado pela empresa brasileira Alusa deixaram de entregar as garantias obrigatórias, desistindo do leilão.

As informações foram divulgadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta sexta-feira.

Os interessados no maior projeto energético do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com capacidade de 3.150 megawatts, deveriam entregar garantia de 95 milhões de reais ou 1 por cento do investimento estimado de 9,5 bilhões de reais em dinheiro, títulos federais ou certificados bancários.

Os dois interessados que acabaram desistindo do leilão haviam negociado a formação de um só consórcio, mas na última hora não houve acordo. Mesmo assim, a Eletronorte chegou a se inscrever isoladamente, e a Alusa a formar um consórcio, o único sem participação de uma estatal elétrica.

O movimento da Eletronorte ao se inscrever foi uma surpresa, causando inquietação entre os investidores de peso que disputarão o direito de construir e operar a usina na região amazônica. A versão de que a Eletronorte cumpria uma política de governo, com o objetivo de derrubar o preço da energia no leilão, foi contestada pelo Ministério de Minas e Energia.

Apesar das desistências de Alusa e Eltronorte, a expectativa é que a disputa entre os três consórcios restantes seja acirrada. Veja os grupos que permanecem na disputa:

Consórcio Madeira Energia (Mesa): Odebrecht Investimentos em Infra-estrutura Ltda. (17,6%); Construtora Norberto Odebrecht S.A. (1%); Andrade Gutierrez Participações S/A. (12,4%); Cemig Geração e Transmissão S/A (10%); Furnas Centrais Elétricas S/A (39%) e Fundo de Investimentos e Participações Amazônia Energia (FIP - formado pelos bancos Banif e Santander) (20%);

Consórcio Energia Sustentável do Brasil (CESB): Suez Energy South América Participações Ltda. (51%); Eletrosul Centrais Elétricas S/A (49%);

Consórcio de Empresas Investimentos de Santo Antonio (CEISA): Camargo Correa Investimentos em Infra-estrutura S/A (0,9%); Companhia Hidro Elétrica do São Francisco - CHESF (49%); CPFL Energia S/A (25,05%); ENDESA Brasil S/A (25,05%).

Leia também: [ID:nN30279981]

Edição de Marcelo Teixeira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below