BC do Japão vê estabilidade de preços e expansão de 2% do país

quarta-feira, 31 de outubro de 2007 08:54 BRST
 

Por Leika Kihara

TÓQUIO, 31 de outubro (Reuters) - O Banco do Japão manteve a taxa de juro inalterada, alertou sobre o aumento dos riscos globais e reduziu sua estimativa de crescimento e inflação nesta quarta-feira, mas o presidente da instituição, Toshihiko Fukui, defendeu, mais uma vez, a idéia de aumentar gradualmente o juro no país.

Apesar do tom forte de Fukui, os comentários não foram suficientes para alterar a visão predominante no mercado, de que o próximo aumento de juro só deve acontecer no início do próximo ano.

Em seu relatório semestral sobre perspectivas econômicas, o banco central do Japão reduziu sua estimativa de inflação para o ano.

No documento, o BC afirmou que espera variação zero da inflação no ano fiscal que se encerra em março do próximo ano, ante estimativa anterior de alta de 0,1 por cento, divulgada no relatório de abril.

Em média, o Banco do Japão estima que a economia do país crescerá cerca de 2 por cento ao longo dos próximos dois anos.