BNP avalia Société e França alerta contra estrangeiros

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008 10:27 BRST
 

Por Andrew Callus e Anna Willard

PARIS (Reuters) - O BNP Paribas confirmou nesta quinta-feira estar estudando uma possível oferta pelo Société Générale, após o banco sofrer perdas com uma negociação não autorizada, enquanto a França fez um alerta contra ofertas estrangeiras.

"Nós estamos estudando uma proposta porque todos os bancos da Europa estão estudando isso", disse um porta-voz do BNP, confirmando reportagem do jornal Le Monde e após uma fonte dizer à Reuters que o BNP não descarta um acordo totalmente francês.

As ações do SocGen subiam 2,3 por cento, colocando o valor de mercado do banco em aproximadamente 40 bilhões de euros (59 bilhões de dólares). Na semana passada, o banco anunciou uma perda de 4,9 bilhões de euros, culpando um único operador pelo prejuízo, Jerome Kerviel.

Em 1999, o SocGen escapou de uma oferta de compra pelo BNP Paribas. Desde então, especula-se sobre uma fusão entre os dois.

O gestor de fundos do GSD Gestion Jacques Gautier disse que uma junção dos bancos seria bom para os acionistas de ambos. "No geral, isso impulsionaria os lucros."

"Em termos da rede bancária varejista francesa, isso dobraria a capacidade do BNP. Também haveria corte de custos", acrescentou.

Enquanto isso, a França caminha para bater de frente com seus parceiros europeus, após o presidente do Eurogroup, Jean-Claude Juncker, dizer que uma oferta por um estrangeiro não seria surpreendente.

OFERTAS POTENCIAIS   Continuação...

 
<p>Funcion&aacute;rios do Soci&eacute;t&eacute; Generale d&atilde;o apoio ao chairman Daniel Bouton na sede do banco em La Defense, arredores de Paris, 30 janeiro. Bouton afirmou que o banco, prejudicado por uma fraude bilion&aacute;ria, possui capital suficiente para continuar independente. Photo by Benoit Tessier</p>