Lula: obras do PAC vão gerar emprego entre fevereiro e abril

segunda-feira, 31 de dezembro de 2007 12:54 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O Brasil investirá fortemente em infra-estrutura no próximo ano, ajudando a economia a crescer e a criar novos empregos, disse o presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta segunda-feira.

Segundo analistas, o governo terá que cortar os investimentos pela metade em 2008, após o Senado votar contra a prorrogação da CPMF. Mas Lula disse que está otimista e que os projetos de infra-estrutura sairão do papel nas próximas semanas.

"Nós achamos que muitos investimentos estão para acontecer agora, sobretudo as obras do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento], ou seja, que elas agora, entre fevereiro, março e abril, quase todas as obras vão começar a gerar emprego", disse Lula em seu programa de rádio semanal "Café com o Presidente".

O governo lançou um grande plano de investimento em janeiro para remover gargalos e modernizar a infra-estrutura.

Alguns economistas do governo esperam investimentos de 13 bilhões de reais em infra-estrutura para gerar 2 milhões de empregos.

Espera-se que o capital de investimento cresça aproximadamente 14 por cento no próximo ano, a maior taxa da última década, segundo a Confederação Nacional da Indústria.

Líderes empresariais têm reclamado há bastante tempo que as condições das estradas, os portos sobrecarregados e a falta de ferrovias prejudicam a competitividade internacional do Brasil.

"Eu penso que nós vamos ter um 2008, eu diria, melhor do que 2007, com mais emprego, com mais crescimento na economia", disse o presidente Lula.

(Reportagem de Raymond Colitt)

 
<p>Lula: obras do PAC v&atilde;o gerar emprego entre fevereiro e abril. O Brasil investir&aacute; fortemente em infra-estrutura no pr&oacute;ximo ano, ajudando a economia a crescer e a criar novos empregos, disse o presidente Luiz In&aacute;cio Lula da Silva nesta segunda-feira. Foto do Arquivo. Photo by Jamil Bittar</p>