Grã-Bretanha vai nacionalizar banco B&B e pode vender ativos

domingo, 28 de setembro de 2008 14:22 BRT
 

Por Steve Slater e Sumeet Desai

LONDRES, 28 de setembro (Reuters) - O governo britânico vai nacionalizar a abalada concessora de hipotecas Bradford & Bingley BB.L e está discutindo a venda de seus ativos e filiais, disseram fontes do setor bancário.

O Tesouro está conduzindo negociações sobre o resgate do banco e informou neste domingo que as discussões continuam. Um comunicado completo será feito pelo ministro das Finanças, Alistair Darling, antes da abertura do mercado na segunda-feira.

O Tesouro gostaria de um resgaste pelo setor privado para a nona maior concessora de hipotecas da Grã-Bretanha, mas as concorrentes parecem não querer se tornar o "cavaleiro branco" em meio à crise de crédito global e o enfraquecimento do mercado imobiliário britânico.

A BBC informou que o B&B será nacionalizado e seus ativos de hipotecas serão fundidos com a Northern Rock, concessora de empréstimos que foi nacionalizada em fevereiro.

O governo intermediou neste mês a aquisição do HBOS HBOS.L, o maior concessor de hipotecas da Grã-Bretanha, pelo concorrente Lloyds TSB (LLOY.L: Cotações) e está intervindo novamente.

"Temos muito claro que os poupadores e correntistas comuns devem ser protegidos adequadamente e que eles serão parte do acordo que vamos determinar", disse à BBC o ministro do Tesouro, Yvette Cooper.

Cooper disse que as negociações ainda estão sendo encaminhadas, mas que o governo está visando sustentar a estabilidade financeira do sistema bancário.

O B&B é o último banco que foi atingido pela crise financeira global, que foi disseminada pelas perdas sobre hipotecas de má qualidade nos Estados Unidos e já atingiu grandes vítimas nos Estados Unidos e na Europa.

(Reportagem adicional de Adrian Croft)