Naufrágio na costa do Haiti pode ser caravela de Colombo, dizem exploradores

terça-feira, 13 de maio de 2014 16:46 BRT
 

MIAMI, Estados Unidos (Reuters) - Uma embarcação naufragada na costa norte do Haiti pode ser o restante da caravela Santa Maria, que mais de 500 anos atrás levou Cristóvão Colombo ao chamado Novo Mundo, de acordo com uma equipe de exploradores marítimos.

“Toda a topografia submarina e geográfica e as evidências arqueológicas indicam que este navio naufragado é a famosa caravela Santa Maria, de Colombo”, disse o investigador marítimo Barry Clifford, de Massachusetts, em uma nota à imprensa nesta terça-feira.

“Estou confiante que uma escavação completa dos destroços irá fornecer a primeira prova arqueológica marítima detalhada da descoberta da América por Colombo”, acrescentou.

Clifford, que liderou uma expedição de reconhecimento ao local, fará uma entrevista coletiva à imprensa na manhã de quarta-feira no Explorer's Club de Nova York para anunciar a descoberta.

A Santa Maria era uma das três embarcações que saíram da Espanha em 1492 em busca de uma rota mais curta para a Ásia.

Depois de chegar perto das Bahamas, a caravela se chocou com um recife e teve que ser abandonada. Colombo ordenou aos marinheiros que construíssem um forte nas proximidades antes de levar as duas embarcações restantes de volta à Espanha para relatar a sua descoberta.

Clifford e a sua equipe descobriram o naufrágio em 2003, mas não foram capazes de identificar o navio. Mas a descoberta do acampamento de Colombo no vizinho Haiti e dados do diário do navegador parecem provar que a embarcação bastante decomposta no fundo do mar é a Santa Maria.

(Reportagem de Zachary Fagenson)