Paraná eleva estimativa de 2ª safra de milho e vê novo recorde

quinta-feira, 31 de julho de 2014 12:41 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Paraná, um dos principais Estados agrícolas do país, deverá produzir um recorde de 10,24 milhões de toneladas na segunda safra de milho de 2013/14, acima do que estava previsto anteriormente, disse nesta quinta-feira o Departamento de Economia Rural (Deral), do governo estadual.

O ajuste foi atribuído aos resultados da colheita, que avançou para 12 pontos percentuais, para 42 por cento da área plantada na última semana.

"Os primeiros materiais estão superando a expectiva de produtividade", disse a engenheira agrônoma do Deral, Juliana Yagushi.

Em seu levantamento de junho, o Deral previu colheita de 9,97 milhões de toneladas do chamado milho "safrinha".

Segundo Juliana, o clima foi muito favorável em regiões produtoras como Apucarana, Londrina e Maringá.

A nova estimativa para a segunda safra ultrapassa ligeiramente o recorde anterior, de 10,23 milhões de toneladas registrado em 2012/13, com os ganhos de produtividade superando a menor área plantada, segundo os dados do Deral.

O Paraná, segundo maior Estado produtor de milho do país atrás apenas de Mato Grosso, deverá produzir um total de 15,62 milhões de toneladas em 2013/14, atrás das 17,35 milhões de toneladas de 2012/13, devido a uma queda de 24 por cento no volume colhido na primeira safra desta temporada.

TRIGO   Continuação...