Multidão se despede de Eduardo Campos em Recife

domingo, 17 de agosto de 2014 17:57 BRT
 

Por Paulo Whitaker

RECIFE (Reuters) - Milhares de pessoas fizeram fila neste domingo para se despedir do candidato do Partido Socialista Brasileiro (PSB) à Presidência da República, Eduardo Campos, e participaram de uma missa campal em homenagem ao político, em Recife (PE).

    Campos, 49 anos, morreu em um acidente de avião na manhã de quarta-feira, no litoral de São Paulo, junto com outras seis pessoas que estavam na aeronave.

O avião levava o socialista do Rio de Janeiro a Santos, onde ele cumpriria agenda de campanha, quando caiu sobre prédios em um bairro residencial. Campos deixa a mulher, Renata, e cinco filhos.

    Em uma missa de corpo presente na praça da República, celebrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, filhos de Campos também prestaram homenagem ao pai.

    Antonio Campos lamentou a morte do irmão e pediu união após participar da missa realizada em Recife.

"Ganhar ou perder a eleição faz parte da vida, mas perder Eduardo, a figura humana de Eduardo e o líder que era Eduardo, neste momento, não estava no nosso roteiro. É uma perda muito grande. É um momento em que a gente tem que se unir. Eduardo deixou cinco filhos", disse Antonio Campos a jornalistas.

    O irmão ressaltou ainda o longo empenho de Eduardo Campos na militância na vida política, lembrando outros membros que o antecederam nessa caminhada, como o avô, Miguel Arraes, que foi um dos ícones da esquerda na resistência à ditadura militar no Brasil e também governou Pernambuco.  

    "Eduardo faz parte de uma história de uma luta muito antiga... Essa luta continuou pela mão de Eduardo e vai continuar na luta de diversos companheiros que ficaram e vão empunhar sua bandeira, por um Brasil mais justo, mais democrático, um Brasil melhor. É o que Eduardo sonhava e sonhou até seus últimos minutos."   Continuação...