Marina estreia na TV como candidata e usa imagens com Campos para reforçar união dos dois

quinta-feira, 21 de agosto de 2014 14:03 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A nova candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, estreou no horário eleitoral de TV do partido nesta quinta-feira num programa cheio de imagens dela com Eduardo Campos e com trechos de um discurso da véspera, afirmando que seu destino é o legado do presidenciável morto na semana passada em um acidente aéreo.

"Nosso destino comum está traçado no legado de Eduardo, nossa palavra de ordem neste momento é crescer, crescer na maturidade política, crescer na maturidade de nosso povo e na disposição para servi-lo", disse Marina.

Emocionada, Marina chegou a interromper seu discurso ao lembrar de uma imagem em que abraçava Campos e prometeu que o que vinha fazendo com o ex-governador de Pernambuco servirá de norte para o que fará daqui para frente.

"Sem Eduardo, temos hoje o que sempre nos uniu. Tudo aquilo que fizemos juntos é o que faremos daqui para frente. O programa é, em si mesmo, o pacto selado, o acordo maior que nos une."

Sem declarar-se candidata com todas as letras e sem pedir votos, já que sua candidatura ainda não está formalizada junto à Justiça Eleitoral, Marina lembrou o slogan da campanha junto com Campos e fez uma menção ao seu novo candidato a vice, o deputado federal Beto Albuquerque (PSB-RS).

"A gente falava 'eu vou de Eduardo e Marina'. Agora, Beto, é a sociedade brasileira e nós", afirmou.

(Por Eduardo Simões; Edição de Alexandre Caveni)