Marina reitera que manterá "compromissos programáticos" de Campos

quinta-feira, 21 de agosto de 2014 14:10 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, reiterou nesta quinta-feira que pretende manter os compromissos assumidos por Eduardo Campos, morto em trágico acidente de avião na semana passada.

Marina, que foi formalizada como a candidata do partido na quarta-feira, ao lado do líder da bancada do PSB na Câmara dos Deputados, Beto Albuqueruqe (RS), reúne-se nesta quinta-feira, em Brasília, com dirigentes dos partidos que compõem a coligação.

“E o nosso compromisso é de manter todos aqueles interesses maiores da sociedade brasileira que já estão inscritos no nosso programa”, disse Marina a jornalistas ao chegar à sede do PSB, em Brasília.

Como exemplos desses compromissos já assumidos, a ex-senadora citou o passe livre para estudantes, mais recursos para a saúde e “um olhar para a infraestrutura brasileira que seja capaz de fazer jus às imensas potencialidades que o nosso país tem”.

“Todos os compromissos que havíamos assumido programaticamente são os compromissos dessa aliança e, obviamente, que é sobre isso que os partidos estarão falando daqui a pouco”, afirmou, referindo-se a reunião com os dirigentes aliados.

Ao todo, cinco partidos (PPL, PPS, PRP, PSL e PHS) compõem a aliança junto ao PSB. O presidente do PSL, Luciano Bivar, não participa da reunião, segundo Marina, por questões pessoais.

Dentre os coligados, o PSL é justamente a sigla que tem manifestado publicamente descontentamento com a maneira como foi conduzida a escolha para a composição da nova chapa.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

 
Candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, durante entrevista coletiva em Brasília.  20,/8/2014  REUTERS/Ueslei Marcelino