PSB protocola registro da candidatura de Marina no TSE com apoio integral da aliança

sexta-feira, 22 de agosto de 2014 20:28 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O PSB protocolou nesta sexta-feira no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o pedido de registro da candidatura à Presidência da República de Marina Silva, com o deputado federal Beto Albuquerque como vice, após receber o apoio de todos os partidos da coligação.

Marina e Albuquerque vão substituir a chapa Eduardo Campos e Marina Silva após a morte trágica do ex-governador de Pernambuco em acidente aéreo na semana passada. O PSB tinha até 10 dias após a morte de Campos para pedir o registro dos novos candidatos.

"O registro acontece com anuência de todos os partidos da aliança, que aprovaram a composição da nova chapa. São eles: PSB-Rede-PPS-PPL-PHS-PRP-PSL", disse uma nota divulgada pelo PSB mais cedo nesta sexta-feira.

A Rede Sustentabilidade, apesar de contar com certa estrutura, ainda não foi formalizada como partido pela justiça eleitoral.

O PSB passou os últimos dias em reuniões para compor uma nova chapa, após a morte repentina de Campos.

A condução das conversas, no entanto, levantou críticas de pelo menos dois partidos coligados, PHS e PSL, que, embora reconhecessem a naturalidade da escolha de Marina, queriam participar da negociação.

O PSB anunciou na quarta-feira que Marina, então vice de Campos, encabeçará a chapa, tendo Albuquerque como vice. [nL2N0QR04W]

(Por Eduardo Simões)

 
Marina Silva, Beto Albuquerque e Roberto Amaral na oficialização da candidatura da ex-ministra à Presidência pelo PSB. 20/08/2014 REUTERS/Ueslei Marcelino