Terremoto de 6,6 de magnitude atinge zona central do Chile

domingo, 24 de agosto de 2014 09:22 BRT
 

SANTIAGO, 24 Ago (Reuters) - Um terremoto de 6,6 de magnitude sacudiu o centro do Chile, no sábado à tarde, causando alarde na população, e provocou a oscilação de grandes edifícios na capital, mas vítimas ou danos à infraestrutura não foram relatados.

O terremoto, que causou quedas de energia e saturação das comunicações, ocorreu às 18h33 do horário local, com epicentro a 50 km a nordeste do porto de Valparaíso, a uma profundidade de 32 quilômetros, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

O centro sismológico da Universidade do Chile disse que a magnitude do terremoto, que também foi sentido em San Juan e em Mendoza, na Argentina, foi de 6,4.

"Como resultado deste terremoto, há falta de energia parcial. Nenhum dano à infraestrutura e as pessoas", disse Miguel Ortiz, chefe de alerta precoce do Escritório Nacional de Emergência (Onemi), aos jornalistas.

No entanto, devido à sua proximidade com o epicentro, a refinaria Aconcagua da empresa estatal de petróleo ENAP informou a interrupção parcial de algumas plantas que produzem hidrogênio no complexo.

"Por procedimentos de segurança, algumas plantas reduziram suas cargas. Equipes técnicas revisam a integridade técnica de todas as operações para colocação segura de todas as unidades de produção em serviço", disse a ENAP em um comunicado.

O serviço da Marinha do Chile, por sua vez, informou que o terremoto não atendeu as características para que fosse decretado um alerta de tsunami na região central.

Terremotos são frequentes no Chile, maior produtor de cobre do mundo.

A mineradora estatal Codelco disse que suas minas mais próximas do terremoto, como Andina e El Teniente, não tiveram danos a pessoas ou instalações.   Continuação...