Bovespa sobe 2% e fecha no maior patamar em 18 meses por expectativa com Ibope

segunda-feira, 25 de agosto de 2014 19:53 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou acima de 59 mil pontos pela primeira vez em um ano e meio nesta segunda-feira, influenciado por rumores sobre pesquisa eleitoral Ibope prevista para ser divulgada na terça-feira, que fizeram as ações da Petrobras disparar mais de 5 por cento.

O quadro externo positivo nos pregões em Nova York corroborou o viés ascendente, com índice S&P 500 alcançando os 2.000 pontos pela primeira vez na história, em meio a expectativas de novos estímulos monetários na Europa e alta em ações de biotecnologia e do setor financeiro.

O Ibovespa encerrou em alta de 2,27 por cento, a 59.735 pontos, maior patamar desde 1º de fevereiro de 2013. No melhor momento do dia, o índice renovou a máxima intradia do ano ao bater 59.742 pontos.

O volume financeiro do pregão somou 6,16 bilhões de reais, um pouco abaixo da média diária do mês, de quase 7 bilhões de reais.

O dia começou com força nas principais bolsas globais, em meio à repercussão de comentários feitos em encontro de autoridades monetárias nos Estados Unidos no fim de semana.

E, no Brasil, o movimento foi intensificado pelo calendário eleitoral. "(Podem) ser agentes se posicionando com base nas 'pesquisas clones' particulares encomendadas por eles ou boatos sobre as pesquisas telefônicas feitas pelos próprios partidos, mostrando evolução da Marina (Silva)", disse o operador Thiago Montenegro da Quantitas Asset Management.

O Ibope divulga pesquisa sobre intenção de voto na terça-feira, quando também está previsto o primeiro debate entre os candidatados à Presidência da República, na emissora de televisão do grupo Bandeirantes. Também estão no radar pesquisa MDA/CNT e a entrevista de Marina Silva (PSB) ao Jornal Nacional da TV Globo, ambas no dia 27.

Após duas quedas seguidas, as ações da Petrobras dispararam na bolsa, liderando os ganhos do Ibovespa, em meio a especulações de que pesquisa Ibope irá mostrar Marina Silva à frente da presidente e candidata a reeleição Dilma Rousseff em um eventual segundo turno.   Continuação...

 
A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, faz campanha em São Paulo, no domingo. 24/08/2014 REUTERS/Paulo Whitaker