Índice não sustenta 60 mil pts, mas tem máxima em 18 meses antes de Ibope

terça-feira, 26 de agosto de 2014 17:50 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa renovou pontuação máxima de fechamento em 18 meses, embora não tenha conseguido terminar o dia acima dos 60 mil pontos alcançado no melhor momento de sessão volátil, em meio a apostas para pesquisa Ibope sobre a corrida eleitoral prevista para ser divulgada nesta noite.

O Ibovespa subiu 0,14 por cento, a 59.821 pontos, renovando a máxima desde 1º de fevereiro de 2013. No melhor momento do dia, alcançou 60.092 pontos, máxima intradia do ano e acima dos 60 mil pontos pela primeira vez em um ano e meio. Na mínima, o índice tocou 59.522 pontos, queda de 0,36 por cento.

O volume financeiro da sessão somou 7,25 bilhões de reais.

Há expectativa de que o levantamento do Ibope mostre a candidata do PSB, Marina Silva, à frente da presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) em eventual segundo turno. Tais especulações já haviam animado a bolsa na véspera.

No meio da tarde, a Confederação Nacional do Transporte (CNT) antecipou resultados da pesquisa MDA sobre a corrida presidencial, dizendo que o levantamento mostra "forte crescimento" de Marina Silva e queda da presidente Dilma e Aécio Neves (PSDB).

Além do Ibope, deve acontecer nesta noite o primeiro debate entre os candidatos à Presidência da República, na emissora de TV do grupo Bandeirantes (22h).

As ações da Petrobras não mostraram um rumo definido ao longo da jornada, chegando renovar máximas intradia no ano, mas terminaram no vermelho.

Para o sócio e gestor na Canepa Asset Management Alexandre Póvoa, Marina é um fator novo que não estava no radar do mercado o que no mínimo garante o segundo turno nas eleições. Ele também destacou a expressiva presença de capital externo.   Continuação...