Dilma tenta reduzir mal-estar com Mantega por declaração sobre equipe nova

domingo, 7 de setembro de 2014 15:30 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A presidente Dilma Roussseff tentou amenizar neste domingo mal-estar criado após declarar durante a semana, ao ser perguntada sobre a permanência do ministro da Fazenda, Guido Mantega, que se reeleita teria uma equipe nova.

Embora tenha afirmado que não iria "escalar" um eventual novo governo antecipadamente, a presidente e candidata à reeleição pelo PT afirmou que uma nova equipe poderia ser composta por integrantes da atual gestão.

"Um governo novo fará uma equipe nova. As pessoas que vão compor essa equipe, elas podem vir do governo anterior, mas é uma nova equipe", disse Dilma, em entrevista coletiva no Alvorada, após reunião com representantes de movimentos sociais ligados à juventude e depois de participar de desfile do 7 de Setembro.

Na quinta-feira, Dilma afirmou, ao ser questionada sobre a permanência de Guido Mantega, que "governo novo, equipe nova, não tenha dúvida disso".

Perguntada neste domingo sobre a manutenção do secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, a presidente se negou a indicar sua equipe antecipadamente.

"Eu não vou discutir a minha equipe nem vou escalá-la a esta altura do campeonato", disse. "Acho que isso é sentar na cadeira antes do tempo... E eu não sento na cadeira, primeiro, porque eu acho que dá azar."

A condução econômica do governo tem sido foco de críticas à petista devido ao baixo crescimento e à inflação elevada.

DEBATE ELEITORAL   Continuação...